Financial Times recomenda “Zona Franca de Lagos, Nigéria” como um exemplo.

O diretor-geral da Autoridade de Zonas de Processamento de Exportação da Nigéria (NEPZA), Adesoji Adesugba, considerou o facto da Zona Franca de Lagos ter sido mencionada como “Zona Franca Altamente Recomendada em África” ​​pela Revista FDI do Financial Times, uma consequência da reforma consistente do governo federal no setor

Adesugba, que também é o CEO da NEPZA, numa declaração emitida pelo chefe de Comunicações Corporativas da NEPZA, Martins Odeh, disse essa menção que ultrapassa outras zonas francas de classe mundial no continente resultou da adoção de um sistema de governança corporativa global.

“Este prémio é, portanto, um avanço da zona rumo à obtenção de classificação do crédito de maior prestígio no âmbito das zonas de livre comércio global e isso ajudará a atrair investimentos estrangeiros para a economia”, disse ele.

“Em nome da equipe de gestão da NEPZA e de todos os trabalhadores felicito a direção da LFZ”, sublinhou Adesugba.

Reiterou igualmente que a zona havia mostrado um pensamento estratégico de longo prazo ao redefinir a sua prioridade no subsetor industrial à medida que o mundo se movia em direção a cadeias de abastecimento mais curtas.

O LFZ, desenvolvido pelo grupo Tolaram, com sede em Singapura, vinculou-se ao Porto Lekki Deep Sea, programado para iniciar as suas operações em 2022, após a obtenção do financiamento do projeto alcançado em março de 2020.

De notar que a Autoridade de Zonas de Processamento de Exportações da Nigéria (NEPZA) e o Conselho de Promoção de Investimentos da Nigéria (NIPC) estão a analisar uma parceria que proporcionará enormes investimentos para as Zonas Económicas Especiais (SEZs) recentemente aprovadas em Lagos, Kwara e Katsina.

O Governo Federal, neste ano 2021, aprovou um total de seis SEZs, das quais três serão implementadas 2022.

close

VAMOS MANTER-NOS EM CONTACTO!

Gostaríamos de lhe enviar as nossas últimas notícias e ofertas 😎

Não enviamos spam! Leia a nossa política de privacidade para mais informações.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.