A fintech (tecnologia financeira) uma startup pan-africana Appzone, sediada em Lagos, especializada na criação de soluções para o setor bancário e de pagamentos em África, conseguiu um financiamento de 10 milhões de dólares.

Lembramos que as plataformas fintech são usadas por 18 bancos comerciais e mais de 450 instituições de microfinanças no continente para um valor de transação anual e desembolsos de empréstimos anuais de 2 mil milhões e 300 milhões de dólares, respetivamente.

“Estamos muito satisfeitos em obter um aumento significativo de capital, mas também em operar com investidores estratégicos cujo apoio será essencial para o nosso crescimento”, disse Obi Emetarom, cofundador e CEO da Appzone.

O financiamento será usado para as tecnologias centrais da Appzone e expansão da plataforma para promover a digitalização e automatização de serviços financeiros em África.

A FinTech foi fundada por Emeka Emetarom, Obi Emetarom e Wale Onawunmi em 2008.

Appzone recebeu aprovação oficial em 2008 do Banco da Nigéria para operar como Provedor de Serviços de Soluções de Pagamento (PSSP).

“Não estamos apenas a tentar colocar as fintech africanas em pé de igualdade com o resto do mundo – existimos para tornar o nosso setor financeiro o mais inovador e tecnologicamente avançado do mundo por meio de soluções projetadas para a África por africanos”, disse Emeka Emetarom.

Lembramos que a terminologia fintech (tecnologia financeira) passou a designar o segmento das startups que criam inovações na área de serviços financeiros, com processos baseados em tecnologia. Normalmente, estas startups criam novos modelos de negócio, em áreas como conta corrente, cartão de crédito e débito, empréstimos pessoais e corporativos, pagamentos, investimentos, seguros, etc.

Pela redação

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite aqui o seu nome


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.