FMI empresta 455M dólares ao C. Brazzaville.

O Fundo Monetário Internacional (FMI) acaba de aprovar um financiamento de 455 milhões de dólares para o Congo Brazzaville.

O anúncio foi feito pela instituição através de um comunicado à imprensa lido por Mercados africanos.

O financiamento faz parte de um contrato de uma Extended Credit Facility (Linha de Crédito Alargada) (ECF na sigla em Inglês).

Com uma duração de 36 meses, visa ajudar o Congo Brazzaville a manter a sua estabilidade macroeconómica, apoiando a recuperação económica pós-covid-19, nomeadamente catalisando o apoio financeiro de outros parceiros do país.

O objetivo também será o de reduzir as vulnerabilidades da dívida e, ao mesmo tempo, acelerar os gastos sociais e o investimento em infraestrutura.

Segundo o mesmo comunicado a que teve acesso Mercados Africanos os economistas do FMI sublinharam que “A economia da República do Congo deverá fortalecer-se no segundo semestre, apoiada pela implantação de vacinas, despesas sociais e pagamento de atrasados ​​internos”.

No entanto não deixaram de alertar para o facto de que:

“Esta recuperação terá riscos. A pandemia, a volatilidade contínua nos preços e produção do petróleo, os choques relacionados às mudanças climáticas e uma implementação de reformas [que poderá vir a ser] mais fraca do que o esperado”

Segundo Kenji Okamura, Diretor Geral adjunto do FMI, este novo acordo de extensão de crédito de três anos  “Visa manter a estabilidade macroeconómica durante a recuperação, reduzir as fragilidades e colocar o país numa trajetória de médio prazo para um crescimento mais alto e mais sustentável. resiliente e mais inclusivo. O acordo deve catalisar o apoio dos parceiros de desenvolvimento”.

O comunicado também informa que o FMI fará um desembolso imediato de 90 milhões de dólares.

Recorde-se que, desde 2015, o Congo Brazzaville vive uma crise que mergulhou a sua economia numa recessão.

Com a pandemia, o PIB do país caiu -8,2% em 2020, após uma recessão de -0,4% em 2019 e uma contração de 0,2% em 2021.

O FMI prevê um crescimento económico de 2,3% para o ano em curso (2022).

 

Conheces o Congo Brazzaville? O que achas do país? Queremos saber a tua opinião, não hesites em comentar e se gostaste do artigo partilha e dá um “like/gosto”.

close
pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.