Foi entregue o 16º Prémio África Brasil.

Ontem, 25 de Maio de 2020, Dia de África, foi entregue o16º Prémio África Brasil. Um evento organizado pelo Centro Cultural Africano com a participação de diversas entidades oficiais tais como a Prefeitura de São Paulo, o Governo do Estado de São Paulo, entre outras.

Várias entidades foram galardoadas com o prémio África Brasil, num total de 16, cada uma na sua categoria. Destacamos o prémio entregue ao Sr. Martin Mbeng, embaixador dos Camarões no Brasil que foi reconhecido na categoria de Relações internacionais, como uma das autoridades que mais fazem pela África no Brasil.

O prémio foi recebido em nome do Sr. Embaixador, pelo Primeiro Conselheiro da Embaixada dos Camarões no Brasil, o Sr Martial Tchenzette, devido ao galardoado se encontrar ocupado em uma reunião com o presidente do Brasil.

De destacar também o prémio entregue às actrizes, Vanda Pedro, de Angola e Isabel Fillardis, do Brasil, na categoria, Arte e Cultura e o prémio na categoria, educação, entregue ao reitor da Universidade Zumbi dos Palmares, o Sr. José Vicente.

De destacar ainda, na categoria de associação filantrópica o prémio entregue à Associação da Comunidade Camaronesa de São Paulo (ACCSP) que foi recebido pelo Sr. Herve Boyomo, presidente da associação.

 

O Prémio África Brasil

O Prémio África Brasil, é entregue anualmente a 25 de Maio, Dia de África, sendo um evento internacional, criado e realizado pelo Centro Cultural Africano.

O objectivo do prémio é o de homenagear personalidades, empresas e governos que se destaquem em projetos e ações sociais que contribuam para a inclusão sociocultural de afrodescendentes, visando combater o preconceito, a intolerância, a xenofobia e o racismo.

 

O Centro Cultural Africano

O Centro Cultural Africano é uma organização sem fins lucrativos, em 1999, pelo nigeriano Otunba (rei) Adekunle Aderonronu, com a missão de fortalecer o intercambio entre o Brasil e a África, através das diversas manifestações e expressões culturais.

Tem como principal objectivo, valorizar a solidariedade, a ética, a esperança, o talento, o respeito, além de manter vivas as tradições culturais africanas dos afros descendentes, contribuindo assim para o desenvolvimento do património oral, material e imaterial da humanidade.

 

O que achas deste prémio Africa Brasil? Deveria haver mais prémios como este? Queremos saber a tua opinião, não hesites em comentar e se gostaste do artigo partilha e dá um “like/gosto”.

 

Ver Também:

CCBRC e Mercados Africanos, formam parceria

Imagem: © 2022 DR 
close
pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.