Golpe de estado em andamento na Guiné-Bissau.

Segundo várias fontes, há tiroteios na cidade de Bissau junto ao Palácio do Governo. Ao que parece insurgentes invadiram a reunião do Conselho de Ministros e dizem ter prendido o Chefe de Estado Umaro Sissoco Embaló e o primeiro-ministro, Nuno Gomes Nabiam.

Membros do Governo e outros dirigentes também estão retidos no Palácio do Governo sem poderem sair e sem ninguém conseguir entrar para avaliar a verdadeira situação.

Após algumas chamadas telefónicas feitas pela nossa redação para Bissau, foi-nos relatado que há vários mortos e a situação que se vive nesse país da África Ocidental, membro dos PALOP, está muito confusa.

Ao que parece tudo começou depois de uma remodelação governamental, decidida unilateralmente pelo Presidente da República, Umaro Sissoco Embaló, contra a vontade expressa do partido do primeiro-ministro, Nuno Gomes Nabiam, o que fez agravar a tensão existente entre ambos nos últimos meses.

Diz-se também embora tenha que ser confirmado por fontes independentes, que o general Biaguê Na N’tan teria morrido na noite de ontem em Barcelona onde se encontrava em tratamento.

Mercados Africanos vai acompanhar a situação ao minuto, recorrendo aos nossos correspondentes na capital e dará uma noticia mais detalhada assim que houver uma maior clarificação da situação.

Entretanto a CEDEAO está muito preocupada com a situação, segundo informação vinculada via twitter.

Fiquem a aguardar noticias e esperemos que tudo corra pelo melhor e sem mais incidentes de monta.

 

A calma voltou a Bissau

Golpe de estado em andamento na Guiné-Bissau
O Presidente Sissoco Embaló a analisar o ocorrido

Segundo fontes fidedignas, as armas calaram-se na cidade de Bissau o presidente e ministros detidos foram libertados e Sissoco está de regresso ao palácio, onde tem estado reunido com o Vice-CEMGFA.

Segundo a mesma fonte o Almirante Bubo na Tchutcho, que esteve preso por narcotráfico nos EUA, foi detido.

Os insurgentes fugiram do Palacio do Governo, trajados à civil, à mistura da população, tendo deixado as armas para trás.

Espera-se uma conferencia de imprensa do Presidente Sissoco Embaló ainda hoje.

Agora é necessário entender e analisar o que esteve por detrás deste levantamento militar, quem o instigou e as razões.

 

O que achas disto? A Guiné-Bissau está condenada a repetir uma e outra vez os mesmos erros? A tua opinião é importante para nós, não hesites e comenta e se estás descontente com o que se passa partilha e dá ao artigo “um sinal” de tristeza ou raiva.

 

Ver Também:

CEDEAO vai enviar tropas para a Guiné-Bissau

Burquina Fasso, mais um Golpe de Estado?

Golpe de Estado no Sudão

Guiné-Conacri: Ex legionário do Exército francês lidera golpe de estado

Mali Confirma-se mais um golpe de Estado

Chade ─ Golpe de Estado, mas UA nem fala

close

VAMOS MANTER-NOS EM CONTACTO!

Gostaríamos de lhe enviar as nossas últimas notícias e ofertas 😎

Não enviamos spam! Leia a nossa política de privacidade para mais informações.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.