A construção de um novo Aeroporto Internacional na Guiné-Bissau, esteve esta segunda-feira em análise entre o Chefe do governo a delegação da Empresa Concórdia que vai executar a obra, ainda sem uma data.

Disso mesmo deu conta aos jornalistas, o Administrador da empresa com a sede nos Emirados Árabes Unidos, depois de uma audiência com Primeiro-ministro, Nuno Nabiam.

Satisfeito com a abertura total e incondicional das autoridades de Bissau, Talal Baloushis, promete mais projetos de desenvolvimento para o país, sobretudo no sector do comércio.

“Estamos satisfeitos com este encontro que tivemos com o Primeiro-ministro, no âmbito da implementação do projeto para a construção de um Aeroporto de referência na Guiné-Bissau, graças a Deus, recebemos apoio incondicional do governo da Guiné-Bissau sobre este assunto”.

Questionado sobre as modalidades do financiamento e início das obras, o empresário disse que vai depender da próxima reunião entre os técnicos guineenses e Árabes e que deverá  ter iniciar esta quinta-feira 24 de Novembro. Em relação ao custo total das obras, sem revelar o montante, empresário Talal Baloushis afirma que a construção do novo Aeroporto será suportada na sua totalidade pela empresa Concórdia.

“Se tudo correr como previsto, haverá mais projetos para o país, consideramos a Guiné-Bissau como o nosso segundo país, por isso, esperemos que haja mais abertura, sobretudo em termos de investimento privado, acrescenta o empresário Árabe.

O referido Aeroporto será construído no sector de Nhacra, 30 Km da Capital Bissau, zona norte do país.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite aqui o seu nome


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.