Na Guiné-Bissau, a edição dos documentos de transporte continua a ser feita em papel normal, enquanto a confeção das placas continua sem garantia.

Esse atraso levou à proliferação de falsificadores e operadores informais que fazem o erário público perder somas enormes.

Esse país apoiou-se na experiência da Costa do Marfim e na segunda-feira, 12 de julho 2021, em Abidjan, o gerente geral da Quipux Afrique SA, Ibrahima Koné, e o gerente geral de trânsito e transportes terrestres da Guiné-Bissau, André Deuna, assinaram um contrato de concessão de serviço público relativo à edição de documentos de transporte.

Estiveram presentes o Ministro dos Transportes da Costa do Marfim, Amadou Koné, e o seu homólogo guineense, Augusto Gomes.

Ao abrigo deste acordo, a Quipux Afrique SA, empresa costa-marfinense com participação pública (35% do capital detido pelo Estado), irá realizar em nome do governo da Guiné-Bissau o desenho, engenharia, financiamento, implementação e operação de um sistema nacional de gestão integrada de todas as atividades de transporte que permite a produção de cartas biométricas (carta de condução), certificados e matrículas de veículos de todos os tipos, bem como o funcionamento de um balcão único no país.

A assinatura dos respetivos documentos marca assim a concretização do acordo comercial celebrado a 3 de fevereiro 2021, entre o Ministério dos Transportes e Telecomunicações da Guiné-Bissau e a empresa Quipux Afrique SA.

Essa estrutura técnica atualmente é responsável pela operacionalização do Sistema de Transporte Inteligente (ITS) da Costa do Marfim e está a estabelecer um sistema eletrónico de gestão das infrações de trânsito na Grande Abidjan e também em algumas localidades do interior – permitirá, segundo as autoridades, melhorar significativamente a segurança rodoviária, proporcionando o administração com sistema de informação sobre acidentes rodoviários, e melhor controle da mobilidade de pessoas e mercadorias em todo o território nacional.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite aqui o seu nome


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.