O Ministério das Relações Exteriores da China anunciou a inauguração do Centro de Cooperação Ambiental China-África em 26 de novembro de 2020. Com sede em Pequim, o centro servirá como um elo entre a China e a África em projetos ambientais.

Uma iniciativa financiada por grandes investimentos chineses em energias poluentes em África e que pretende ser uma plataforma para o diálogo China-África sobre políticas ambientais, tecnologias ambientais e pesquisa conjunta sobre questões ambientais.

As autoridades chinesas já haviam lançado essa iniciativa no lado africano em agosto de 2018 no Escritório das Nações Unidas em Nairobi, no Quênia.

Paradoxalmente e embora ambos os dois lados se comprometeram a cooperar na proteção ambiental, prevenção e mitigação de desastres e energia limpa, a cooperação ambiental entre a China e a África pode não ser vista por muitos como valiosa para o continente africano já que a China está a construir plantas termoelétricas, que são abastecidas com carvão na África do Sul, Zimbábue, Quênia, Tanzânia, Gana e Madagáscar.00

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite aqui o seu nome


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.