Uma reviravolta para Boris Johnson, que (muito) resistiu aos apelos para reconfigurar um confinamento diferente e tipo regional ou mesmo local para Inglaterra.

O líder conservador anunciou na noite de sábado a implementação de um segundo confinamento de 5 de novembro a 2 de dezembro de 2020 para combater a pandemia Covid-19.

Durante este período, no entanto, as escolas permanecerão abertas.

 “O vírus está-se a espalhar ainda mais rápido do que o pior cenário estabelecido pelos nossos consultores científicos. É hora de agir como se não houvesse escolha ”, disse o primeiro-ministro britânico ladeado pelos seus assessores científicos em uma conferência de imprensa.

A Inglaterra está, assim a seguir os passos da França e da Alemanha, que anunciaram medidas semelhantes. De acordo com os dados divulgados na sexta-feira, 30 de outubro pelo National Statistics Office, o país yeve quase 52.000 novos casos de Covid-19 por dia na semana passada, um aumento de 47% em relação à semana anterior.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.