Líbia retoma produção petrolífera.

O oleoduto que liga dois campos de exploração de petróleo do leste do país ao maior terminal de exportação da Líbia, Es Sider, tinha sido fechado para manutenção, uma paragem que provocou uma redução de mais de 200.000 barris por dia da produção nacional.

No entanto o Ministério do Petróleo anunciou nesta segunda-feira, 10 de janeiro 2022 que a produção de petróleo bruto do país subiu de 700.000 para 900.000 barris por dia, após a conclusão dos trabalhos de manutenção do oleoduto que havia sido retirado de serviço vários dias antes.

O oleoduto em questão liga os campos petrolíferos de Samah e Dhuhra ao terminal de exportação de Es Sider, o maior do país e tinha sido fechado devido a falhas operacionais, uma situação que levou a uma redução na produção de petróleo da Líbia de 200.000 barris por dia.

Refira-se que esta interrupção da produção Líbia ocorreu numa altura em que o encerramento forçado do maior campo petrolífero do país, Al-Sharara, bem como de algumas outras jazidas a oeste, reduziu drasticamente a produção petrolífera do país.

Caiu de cerca de 1,3 milhão para menos de 800.000 barris por dia, o nível mais baixo em mais de um ano.

A produção não está imune a futuras interrupções.

O impasse entre o governo e a Guarda de Instalações de Petróleo (PFG), uma força paramilitar que deveria proteger as instalações de energia, permanece sem solução.

A organização paramilitar bloqueou efetivamente os principais campos de petróleo no oeste do país para pressionar o governo a pagar os salários.

Isto sugere que as paralisações da produção podem continuar num contexto em que qualquer declínio mais permanente na produção da Líbia poderia minar os esforços feitos pela OPEP e seus parceiros para estimular a oferta doméstica e reavivar a economia.

Devido à situação política e militar a Líbia continua isenta de cotas para reduzir a sua produção de petróleo.

 

O que achas da situação na Líbia? A morte de Khadafi piorou ou melhorou a vida? Dá-nos a tua opinião, não hesites em comentar e partilhar e se gostaste do artigo dá um “like/gosto”.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.