Mais cooperação União Europeia-África.

Conteúdos Mostrar
Albert Muchanga, Comissário do Comércio e Indústria da Comissão da União Africana, afirmou que África pode melhorar a sua participação na cadeia de valor global com o apoio de uma forte parceria da União Europeia , numa fórmula vantajosa para todos.
“Em vez de depender apenas da exportação de matérias-primas, a integração das cadeias de valor UE-África deveria ter como objetivo o processamento de bens dentro de África. É aqui que se criam empregos e se reduz a pobreza”, salientou Muchanga.

Muchanga, falava como um dos membros do painel no Fórum Empresarial União Europeia-África 2022, em Bruxelas, que apelaram a mais cooperação estratégica entre a Europa e África para abordar os desequilíbrios comerciais e económicos entre os dois continentes.

Os vários oradores na sessão sobre a integração das cadeias de valor da União Europeia e africanas defenderam que África deve aumentar as cadeias de valor, especialmente na sequência da devastação causada pela Covid-19. Estatísticas recentes mostram que a participação de África nas cadeias de valor globais continua a ser baixa, de 3%, segundo comunicado divulgado pelo BAD a que teve acesso Mercados Africanos.

Thierry Breton, Comissário da União Europeia para o Mercado Interno, apelou a uma integração económica mais robusta entre os dois continentes.

“É extremamente importante que continuemos, de ambos os lados, a quebrar as barreiras à integração dos nossos mercados, que é um impulso muito forte para as nossas economias”, afirmou.

Breton disse aos participantes que África e a Europa deveriam seguir as suas regras harmonizadas e acordos de parceria económica para permitir um acréscimo de valor no processamento em África antes da exportação para os mercados europeus. Também destacou vários setores estratégicos nos quais os países africanos se podem posicionar, incluindo as energias renováveis, a digitalização, o investimento em capital humano e o desenvolvimento de competências.

“Estamos a tentar juntar as ferramentas do nosso lado com a nossa nova estratégia global. Vamos dedicar 150 mil milhões de euros a África. Iremos, evidentemente, apoiar infraestruturas massivas em África, que sabemos serem extremamente importantes e ajudaremos a melhorar o clima de investimento e a apoiar o desenvolvimento sustentável”, acrescentou.

Por seu lado Yacine Fal, vice-presidente interina do BAD para o Desenvolvimento Regional, Integração e Resultados Empresariais, afirmou:

“Mas também precisamos de apoiar um impulso mais dinâmico para atrair os países africanos e as suas empresas para a cadeia de valor europeia”.

Acrescentando que o Banco Africano de Desenvolvimento planeia disponibilizar cerca de 2 mil milhões de dólares para iniciativas de integração regional entre 2022 e 2023.

Fal acrescentou que o Banco está a apoiar a criação do quadro institucional da Área de Comércio Livre Continental Africana e do seu secretariado, e a financiar projetos ao abrigo do Programa Africano de Comércio Livre. “O reforço da integração regional em África deve envolver países de baixo rendimento e não apenas campeões”, disse ela.

Para integrar as cadeias de valor da União Europeia, os países africanos precisam de aumentar o seu envolvimento no comércio global e nos padrões de produção, disse ainda Fal.

Os representantes do setor privado no painel salientaram a importância de uma relação justa e equitativa, que deve ser construída com base em objetivos e aspirações comuns que levem a uma relação vantajosa para ambas as regiões, disse Mansur Ahmed, Presidente da Associação Pan-Africana de Produtores.

“Hoje, a riqueza das nações é construída sobre a adição de valor aos bens básicos. Isto precisa de ser transformado e refinado para criar uma relação mais equitativa”

Disse Ahmed, que é também o Diretor Executivo do Grupo Dangote.

 

Que achas deste tipo de Fórum? É mais um para a “história” ou serviu para alguma coisa? Queremos saber a tua opinião, não hesites em comentar e se gostaste do artigo partilha e dá um “like/gosto”.

 

Ver Também:

EUA canalizam mais investimentos para África

Imagem: © 2022 Lusa
close

VAMOS MANTER-NOS EM CONTACTO!

Gostaríamos de lhe enviar as nossas últimas notícias e ofertas 😎

Não enviamos spam! Leia a nossa política de privacidade para mais informações.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.