Marrocos: Descarbonização gera oportunidades comerciais.

A descarbonização, está na agenda do dia em Marrocos.

O Ministério da Transição Energética e do Desenvolvimento Sustentável de Marrocos afirmou recentemente que o país decidiu envolver-se na dinâmica global da luta contra as alterações climáticas na circunstância de que existe uma vontade política ao mais alto nível para aproveitar as oportunidades resultantes das ações de descarbonização, embora constitua ao mesmo tempo um dos maiores desafios da economia

Tais oportunidades, detendo uma natureza social e ambiental, assentam sobretudo em oportunidades comerciais, segundo o debate organizado pelo Policy Center For the New South (PCNS).

Neste contexto, Bouzakri Razi, Diretor de Alterações Climáticas, Biodiversidade e Economia Verde do referido Ministério, salientou que os desafios de competitividade e de acesso aos mercados exigem a Marrocos, especialmente após a implementação pelos seus parceiros comerciais de um conjunto de regras ambientais como a taxa sobre o carbono, uma vontade política que já está plasmada na estratégia nacional de desenvolvimento sustentável visando assegurar uma transição progressiva em direção à economia verde até 2030.

Nesta linha de raciocínio, também o plano para o clima 2020-2030 constitui igualmente um quadro de convergência das políticas sectoriais para o desenvolvimento de uma política climática de médio/longo prazo para o país, de acordo com a mesma fonte.

A descarbonização da economia exige, por exemplo, a descarbonização do setor elétrico, que é responsável por 38% do consumo energético do país, emitindo cerca de 20% das emissões de gases com efeito de estufa do Reino.

Deste modo, a redução da procura de transportes, a mudança para um modo de transporte mais limpo e a melhoria da eficiência energética dos veículos são fatores essenciais que devem estar subjacentes à descarbonização dos transportes.

Também a descarbonização da economia está no centro da transição energética de Marrocos, dado que as evidências, as experiências e as boas práticas demonstram que as infraestruturas resilientes e parcas em emissões de Co2, fazem todo o sentido para o desenvolvimento, segundo o Embaixador do Reino Unido em Marrocos, Simon Martin, aquando da sua intervenção no referido debate.

O que pensa sobre isto? A descarbonização é importante? Dá-nos a tua opinião, não hesites em comentar e se gostaste do artigo partilha e dá um “like/gosto”.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.