Médicos cabo-verdianos nos EUA em missão.

Primeiro-ministro e Ministro da Saúde receberam a Missão da Associação de Médicos Cabo-verdianos nos EUA e o Primeiro-Ministro considerou que o facto destes profissionais terem vindo ao país para realizarem intervenções sobretudo na área cirúrgica é muito importante e acrescentou que permite alargar o leque de intervenções na saúde em Cabo Verde.

Segundo comunicado do site do Governo de Cabo Verde datado de 4 de Abril de 2022, a Associação de Médicos Cabo-verdianos nos EUA estiveram em Cabo Verde de 01 a 09 de Abril numa missão médica a diferentes hospitais do país.

O grupo de médicos, foram recebidos num encontro que teve lugar no Ministério da Saúde, pelo Primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva acompanhado do Ministro da Saúde, Arlindo do Rosário.

Referindo-se ao desempenho desses médicos residentes nos EUA e às possibilidades futuras o PM Cabo-verdiano sublinhou:

“Porque hoje com a telemedicina, quanto mais avançado for, temos a possibilidade de à distância fazer ações e também estão disponíveis a virem mais vezes para Cabo Verde”.

“Isto quer dizer que as nossas capacidades em termos de recursos humanos aumentam consideravelmente, com uma disporá extrema e altamente capacitada”.

No que se refere à continuidade e sustentabilidade destas missões, Correia e Silva disse que o Governo tem estado a fazer investimentos nomeadamente na área das tecnologias, digitalização e a introdução da 5G que permite aumentar significativamente o nível de ações na telemedicina e manter os contactos com os profissionais.

Para o Presidente da Associação dos Médicos Cabo-verdianos nos EUA, Júlio Teixeira, a sua instituição pode cooperar com a terra natal através de várias formas nomeadamente através de missões médicas, envio de equipamentos e materiais médicos e também através de vinda de amigos e colegas dos EUA que desejam colaborar com Cabo Verde.

Realçou ainda que a receção no país pelas autoridades sanitárias tem sido muito boa.

Esta missão é composta por 26 profissionais dividido em 4 equipas cirúrgicas nas áreas de oftalmologia, cabeça-pescoço, cirurgia geral, ginecologia para além de uma equipa de saúde mental.

O programa desta missão destina-se a reunir os membros desta Associação radicada nos Estados Unidos com os colegas médicos cabo-verdianos com o objetivo de trocar experiências, em termos da prática da medicina e os desafios dos serviços de saúde em Cabo Verde, para além de programas de emersão clínica.

 

O que achas destas missões de médicos da diáspora cabo-verdiana? Não era bom que houvesse outros médicos de outros países africanos, a fazerem o mesmo? Queremos saber a tua opinião, não hesites em comentar e se gostaste do artigo partilha e dá um “like/gosto”.

Imagem: © 2022 Inforpress
close
pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.