A empresa brasileira Vale assinou um acordo para adquirir as participações da japonesa Mitsui & Co, na mina de carvão de Moatize e no Corredor Logístico de Nacala (NLC) em Moçambique,

A Vale irá adquirir a participação de 15% da Mitsui na mina de Moatize, bem como a participação de 50% no capital e todos os outros créditos minoritários que detém na NLC.

A Vale disse num comunicado: “Este acordo visa concluir um acordo definitivo para a transferência dos interesses e os empréstimos associados, uma vez que todas as partes relacionadas cheguem a um acordo sobre os termos e condições detalhados e tanto a Mitsui quanto a Vale obtenham as aprovações internas necessárias, para concluir a transferência ao longo de 2021. ”

Atualmente, a mina de carvão de Moatize é detida a 85% pela Vale, enquanto a Mitsui e a Empresa Moçambicana de Exploração Mineira (EMEM) detêm participações de 15% e 5%, respetivamente.

O projeto NLC é propriedade da Vale e da Mitsui.

Em 2017, a Vale e a Mitsui assinaram um contrato de 2,73 mil milhões de dólares para financiar o projeto NLC que ligará a mina de carvão de Moatize ao porto de Nacala.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.