Foi com interesse e grande satisfação que Mercados Africanos soube que o Centro Presidencial Ellen Johnson Sirleaf para Mulheres e Desenvolvimento (EJS Center) tinha anunciado a 15 de janeiro, que o segundo grupo de mulheres africanas talentosas que iam integrar, em 2021, o programa principal do Centro a chamada a Iniciativa Amujae , pronuncia-se ӓ mōō jāēē, e significa “nós estamos a subir” em Kru, uma das línguas da Libéria.

Esta iniciativa lançada em 2020 pela ex-presidente da Libéria Ellen Johnson Sirleaf, tem como objetivo inspirar e preparar mulheres africanas para assumirem cargos e destacarem-se nos mais altos escalões da liderança pública, e alavancarem outras.

O segundo grupo de 15 mulheres líderes que ingressam, este ano (2021), no programa vem de 11 países do continente africano e incluem ministras e ex-ministras, uma governadora, um membro do parlamento, conselheiras governamentais seniores e ativistas engajadas em questões que vão desde os direitos dos refugiados à igualdade de género e empoderamento dos jovens.

Essas mulheres talentosas vão seguir os passos e trabalhar sobre as bases estabelecidas pelo grupo inaugural de Mulheres Líderes de 2020 e serão orientadas por um grupo de mentores que inclui ex-chefes de estado e líderes de instituições internacionais, que apresentarão ideia, visões, perceções e orientações extraídas de sua experiência, inestimável, na liderança no setor publico.

Interessante de notar que as mulheres do primeiro grupo de 2020 e que lançaram as bases para a Iniciativa Amujae, vinham das áreas do direito, governo, negócios, educação e ativismo social e politico,

“Estamos muito satisfeitos em receber o grupo de 2021 de Líderes Amujae. As mulheres neste grupo já alcançaram um tremendo sucesso ao longo de suas carreiras e têm a motivação e o talento para alcançar patamares ainda mais elevados. Juntam-se à iniciativa num momento em que a liderança das mulheres é mais importante do que nunca, à medida que os países em todo o nosso continente lutam para se fortalecer depois do COVID-19”, disse Johnson Sirleaf.

O anúncio foi feito 15 anos após a posse de Ellen Johnson Sirleaf como Presidente da Libéria a 16 de janeiro de 2006, o que a tornou na primeira mulher eleita democraticamente no continente africano.

Para quem como eu, acompanhou na Libéria, a campanha politica de Sirleaf, o evento foi um momento marcante, e a Iniciativa Amujae busca continuar esse legado e mudar o panorama das mulheres na liderança pública, passando de uma cultura simbólica para uma que realmente valoriza as mulheres africanas como líderes.

Parabéns Sirleaf

Por enquanto nenhuma mulher dos PALOP integrou seja o primeiro ou segundo grupos.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.