Nigéria: 10 fábricas para transformar arroz.

O Banco Central da Nigéria (CBN) inaugurou a 2 de fevereiro, uma fábrica de processamento de arroz no estado de Kano, no norte do país.

Com um investimento de 15 mil milhões de nairas (36 milhões de dólares), a fábrica tem uma capacidade de produção de 420 toneladas de arroz branco por dia.

De acordo com Godwin Emefiele, Governador da CBN, este projeto implementado pelo governo, também visa trigo e milho. Além disso, segundo este dirigente, esta é a primeira realização de um grande plano para construir 10 novas fábricas de processamento de arroz ainda em 2022.

Isto deve elevar para mais de 70 o número de unidades instaladas no território e aumentar a capacidade de transformação de arroz do país.

Segundo dados do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), a Nigéria produziu 4,89 milhões de toneladas de arroz branco em 2020/2021, o que representa uma transformação de 60% do arroz total em casca (7,8 milhões de toneladas).

Recordamos que o país mais populoso do continente com cerca de 212 milhões de habitantes, tem uma das maiores taxas de consumo de arroz do mundo com 7 milhões de toneladas anualmente e dois dos pratos mais apreciados, um é o arroz Jollof, um prato feito com purê de tomate e molho e um outro, arroz frito e misturado com uma variedade de ovos, legumes, carne, aves ou camarões.

 

O que achas disto? Não seria melhor produzirem arroz para exportação? Queremos saber a tua opinião, não hesites em comentar e se gostaste do artigo partilha e dá um “like/gosto”.

 

Ver Também:

Nigéria investe 538 milhões na agroindústria

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.