A Nigéria anunciou hoje que ratificou o acordo de livre comércio no continente africano, dando um passo de gigante para a concretização da maior zona livre do género no mundo.

Só a Eritreia, entre todos os países africanos, não assinou ainda o acordo, que precisa de ratificação por parte de todos os Estados em África para entrar em vigor, e que tem como meta a implementação em janeiro de 2021, depois do adiamento de julho motivado pela pandemia de covid-19.

De acordo com as instituições financeiras internacionais, a implantação do acordo pode duplicar o volume de trocas comerciais dentro da região, que hoje está em 16% do total, o que compara, por exemplo, com os 70% da União Europeia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite aqui o seu nome


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.