Nigéria investe 2 mil milhões na rede elétrica.

A Nigéria aprovou mais de 1,9 mil milhões para Empresas de Distribuição de eletricidade. Este novo investimento deve facilitar novos parâmetros de crescimento, que incluem a redução de perdas técnicas, comerciais e de cobrança, confiabilidade e disponibilidade de serviços, processos de facturamento e pagamento, bem como medição da eletricidade consumida .

Durante o processo de decisão deste novo investimento houve compromissos assumidos por todas as partes interessadas, que eram necessários para incutir a responsabilização das entidades beneficiárias e dos seus clientes sobre os seus serviços e a justificação dos custos associados e tarifas daí resultantes.

Os compromissos assumidos tiveram como objetivo minimizar disputas, gerar compreensão e confiança entre os distribuidores de energia e os seus clientes e fornecer uma oportunidade de envolver os clientes no programa de investimento em melhoria de serviço.

Um exemplo concreto, devido aos fundos aprovados, a Abuja Electricity Distribution Company (AEDC) irá reduzir as perdas atuais de 45% para 19% nos próximos cinco anos e atingir 100% de medição de clientes ao instalar 698.606 contadores nos próximos três anos, bem como melhorar a segurança do cliente e reduzir acidentes.

Os fundos também permitirão que no caso de Abuja, a capital da Nigéria, se aumente o número de novos clientes e que se passe dos atuais 1,214 milhões para 3,450 milhões no período de cinco anos, além da possibilidade de novos projetos de expansão, reabilitação e atualização de rede elétrica.

 

O que achas desta situação na Nigeria? África tem mesmo que investir mais na rede elétrica? Queremos saber a tua opinião, não hesites em comentar e se gostaste do artigo partilha e dá um “like/gosto”.

Imagem: © 2015 João Silva / NYT
close

VAMOS MANTER-NOS EM CONTACTO!

Gostaríamos de lhe enviar as nossas últimas notícias e ofertas 😎

Não enviamos spam! Leia a nossa política de privacidade para mais informações.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.