ONU: Um africano lidera o combate à desertificação.

O secretário-geral das Nações Unidas (ONU), António Guterres, reconduziu Ibrahim Thiaw, da Mauritânia, para chefiar a Convenção das Nações Unidas para o Combate à Desertificação (UNCCD) por mais um mandato de três anos.

Em 4 de Fevereiro de 2022, segundo comunicado da ONU datado de 4 Fevereiro e lido por Mercados Africanos.

Desde Fevereiro de 2019, que Thiaw é o Secretário Executivo da Convenção e atua como Subsecretário-Geral da ONU.

Com mais de 40 anos de experiência em desenvolvimento sustentável, governança ambiental e gestão de recursos naturais, Thiaw aumento a atenção e o interesse global pela agenda do planeta Terra e aumentou a confiança depositada por todas as partes que fazem parte da Convenção, mas também da comunidade internacional na liderança da UNCCD em questões críticas, como a posse da terra e mitigação da seca.

Durante o primeiro mandato de Thiaw, a UNCCD foi designada para sediar as principais iniciativas globais, notadamente a Iniciativa Global do G-20 para Reduzir a Degradação da Terra e Conservar os Ecossistemas Terrestres e o Acelerador da Grande Muralha Verde do Sahara.

“Gostaria de expressar o meu mais sincero agradecimento ao Secretário-Geral e às Partes da UNCCD pela confiança em continuar a Convenção por mais um mandato.”
“A nossa próxima décima quinta sessão da Conferência das Partes da Convenção, a ser realizada em Abidjan, Costa do Marfim, em maio deste ano, é um momento crucial para unir e intensificar os esforços para realizar uma visão ambiciosa, porém alcançável, de um mundo neutro de degradação da terra”

Disse Thiaw após sua nomeação.

Antes de aderir à Convenção, Thiaw foi Conselheiro Especial do Secretário-Geral para o Sahel e apoiou os esforços em curso para avançar na recalibração da Estratégia Integrada da ONU para o Sahel (UNISS) e o desenvolvimento do Plano de Apoio das Nações Unidas para o Sahel.

Antes disso, de 2013 a 2018, foi Vice-Diretor Executivo do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), atuando no nível de Secretário-Geral Adjunto, tendo desempenhado um papel fundamental na definição da visão estratégica e do mandato do PNUMA.

Antes de ingressar nas Nações Unidas, Thiaw foi Diretor Regional para a África Ocidental e mais tarde Diretor Geral Interino da União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN).

Thiaw iniciou sua carreira na Mauritânia, no Ministério do Desenvolvimento Rural durante dez anos e possui pós-graduações em técnicas florestais e de produtos florestais.

 

O que Achas disto? Preocupaste com o meio ambiente e a desertificação? Queremos saber a tua opinião, não hesites em comentar e se gostaste do artigo partilha e dá um “like/gosto”.

 

Ver Também:

ONU: Economia africana melhora, mas cautela

close

VAMOS MANTER-NOS EM CONTACTO!

Gostaríamos de lhe enviar as nossas últimas notícias e ofertas 😎

Não enviamos spam! Leia a nossa política de privacidade para mais informações.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.