Oportunidades de Negócio para África.

Cerca de trezentos executivos africanos, vão “vender” as oportunidades de negócio no Continente na Expo Dubai, num evento organizado pela União Africana (UA), que faz o marketing do continente sob o lema “o mais rentável do mundo”, com uma taxa de retorno sobre os fluxos de Investimento Direto Estrangeiro (IDE) superior à média global, segundo um estudo da ONU.

Para promover o evento e o “apetite” dos investidores a União Africana, insiste e evidencia que “6 dos 12 países de crescimento mais rápido do mundo estão em África”, de acordo com dados do FMI.

A UA prioriza os projetos que têm como pano de fundo a existência de uma Zona de Comércio Livre Continental Africana (ZCLCA), em fase de operacionalização, e o Mercado Único Africano de Transportes Aéreos, para encurtar distâncias e facilitar ligações e negócios neste gigantesco mercado de 1,3 mil milhões de pessoas.

A União Africana destaca o papel central do sector privado “como motor de crescimento económico em África” e por isso que envolver os CEOs das indústrias que operam em África. “Como atores chave na transformação socioeconómica do continente” e sublinha que o papel dos atores do sector privado não pode ser desvalorizado nem ignorado”.

Sectores que se apresentam com vantagens comparativas e que oferecem “oportunidades crescentes para o sector privado” são a banca e finanças, indústria transformadora e agro-processamento, telecomunicações e energia”, destacam os organizadores da Africa CEO Roundtable Conference.

Aliás e tal como Mercados Africanas noticiou na altura, na documentação entregue aos participantes, a UA nota que “África é a região mais rentável do mundo”, de acordo com um relatório recente da Conferência das Nações Unidas sobre o Comércio e Desenvolvimento (CNUCED), que afirma:

“África teve a maior taxa de retorno sobre os fluxos de Investimento Direto Estrangeiro (IDE) atingindo até 11,4%”.

Em contraste,

“O retorno dos fluxos de IDE na Ásia foi de 9,1%, na América Latina e nas Caraíbas foi de 8,9%”, enquanto a média global se ficou pelos “7,1%”.

Além de proporcionar uma oportunidade para estabelecerem novos contactos, o “CEO Roundtable Conference”, que se realiza de 14 a 15 de Março, com o apoio do Afreximbank, é uma oportunidade para os executivos africanos avaliarem o papel do sector privado na implementação da “Agenda 2063”.

Recorde-se que a Agenda 2063 é um documento central na estratégia da União Africana. O documento aponta o rumo que os Estados Africanos querem seguir, os projetos estruturantes do continente e o papel dos privados, sobretudo as pequenas e médias empresas (PME), na sua concretização.

 

O que achas desta mesa-redonda? “Vender” oportunidades de negócios é boa ideia? Queremos saber a tua opinião, não hesites em comentar e se gostaste do artigo partilha e dá um “like/gosto”.

Imagem: © 2022 Expo Dubai
close

VAMOS MANTER-NOS EM CONTACTO!

Gostaríamos de lhe enviar as nossas últimas notícias e ofertas 😎

Não enviamos spam! Leia a nossa política de privacidade para mais informações.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.