Os “Djurtus” da Guiné-Bissau brilharam entre os PALOP

Jogado entre este domingo 5 de setembro a esta terça-feira, 7 de setembro de 2021, o segundo dia das eliminatórias do Mundial de 2022, teve resultados os significativos, tais como a vitória da Costa do Marfim sobre os Camarões (2-1) e da África do Sul sobre Gana (1- 0).

Enquanto se aguarda a reprogramação do adiado confronto Marrocos-Guiné-Conacri (adiado devido ao golpe de estado em Conacri), apenas quatro seleções conseguiram atingir os seus objetivos: Líbia, Nigéria, Senegal e Tunísia.

Para países como Madagáscar, Gabão, Cabo Verde, Mauritânia, República Centro-Africana, Angola, Togo e Congo, porém, a qualificação parece já estar comprometida visto que só a primeira seleção de cada grupo segue para a terceira fase de apuramento para o Mundial de 2022 no Catar.

Entre os PALOP Guiné-Bissau venceu o Sudão por 4-2 enquanto Angola, Cabo Verde e Moçambique foram derrotados.

Sudão 2-4 Guiné-Bissau (Grupo I)

Embora ainda falte o jogo entre a Guiné-Conacri contra o Marrocos, a Guiné-Bissau surge como líder surpresa do Grupo I.

Depois de ter empatado com Guiné-Conacri (1-1), o “Djurtus” apostaram forte ao vencer o Sudão (4-2) em Omdurman, num Estádio em que se diz ser muito difícil vencer.

Ao intervalo a Guiné-Bissau já liderava por 3 a 0.

Com uma “dobradinha” do inevitável Piqueti (8º, 39º) e um golo de Frédéric Mendy (11º), os homens de Baciro Candé nunca tremeram, mesmo quando Mohamed Abdelrahman marcou para os sudaneses (55º, 90º + 2), já que Mama Baldé a minuto (82º) marcou e aumentou a distância.

Em outubro os Bissau-guineenses vão passar um verdadeiro teste com o confronto duplo que se aproxima contra o Marrocos.

Por sua vez, os sudaneses sofreram uma segunda derrota e foi uma grande deceção alguns meses depois de se terem conseguido classificar para o primeiro CAN desde 2012.

Classificação: Guiné-Bissau 4 pontos, Marrocos 3 pontos (um jogo a menos), Guiné-Conacri 1 ponto (um jogo a menos), Sudão 0 pontos.

Para Guilherme Farinha, diretor técnico da Federação Guineense de Futebol, este triunfo foi importante para tentar alcançar o apuramento para a próxima fase.

Recorde-se que na primeira jornada, a Seleção da Guiné-Bissau empatou a uma bola frente à Guiné-Conacri em Nouakchott na Mauritânia, embora estivesse estado muito perto da vitória.

Quanto aos restantes PALOP, os “Tubarões Azuis” de Cabo Verde perderam em casa por 1-2 frente à Nigéria com golo marcado por Dylan Tavares. Na primeira jornada tinham empatado a uma bola na deslocação à República Centro-Africana.

A Nigéria lidera com seis pontos, enquanto Cabo Verde está no terceiro lugar com um ponto.

Os “Mambas” de Moçambique deslocaram-se ao Malawi e perderam por 1-0. Na primeira jornada, empataram sem golos frente à Costa do Marfim em Moçambique.

A Costa do Marfim lidera com quatro pontos. Os moçambicanos estão no quarto e último lugar com um ponto.

Os “Palancas Negras” de Angola receberam e perderam por 0-1 frente à Líbia. Recorde-se que na primeira jornada, a Seleção angolana foi derrotada na deslocação ao Egipto por 1-0 no Cairo.

A Líbia lidera com seis pontos. Angola ocupa o último lugar ainda sem pontos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite aqui o seu nome


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.