O African Youth Climate Hub (AYCH) acaba de lançar uma convocatória de candidaturas para formar jovens empreendedores que desenvolvam soluções climáticas em África.

Para esta primeira edição, o African Youth Climate Hub irá incubar 10 projetos liderados por jovens africanos.

A primeira edição do “Programa de Incubação do Centro para Jovens do Clima Africano” está em órbita.

O concurso lançado a 17 de dezembro de 2020 está aberto a start-ups africanas que trabalham na luta contra os efeitos das alterações climáticas e no domínio do desenvolvimento sustentável.

Para se inscrever, os jovens empreendedores são convidados a acessar o site https://youthclimatehub.org/ baixar a oferta de incubação, criar uma conta e enviar o projeto preenchendo o formulário online.

Apenas 10 projetos serão selecionados no final do concurso, cuja duração ainda está por definir. Os vencedores receberão seis meses de formação nas áreas de direito, estratégia, marketing, comunicação, psicologia e tecnologias de mudanças climáticas.

Também será oferecido um programa de acompanhamento para desenvolver cada um dos respectivos projetos.

 

Uma iniciativa marroquina

O Programa é uma plataforma para fortalecer a liderança dos jovens africanos na area do clima e desenvolvimento sustentável, criada em setembro de 2019 durante a Cimeira de Ação Climática de Nova York pela Princesa Lalla Hasnaa do Marrocos.

Na sua qualidade de Presidente da Fundação Mohammed VI para o Ambiente, a Princesa confiou a implementação do programa de incubação ao ramo académico da sua fundação, nomeadamente o Centro Internacional de Formação Ambiental Hassan II, que funcionará em conjunto com a Universidade Politécnica Mohammed VI .

Através deste programa de incubação, a AYCH quer incentivar o desenvolvimento de negócios verdes que trarão soluções inovadoras para a África para lutar contra as mudanças climáticas e promover o desenvolvimento sustentável.

De acordo com a plataforma, as empresas que surgirão deste programa de formação colocarão as preocupações sociais e ambientais em pé de igualdade com as económicas.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.