Preços do Petróleo em queda com receio da variante Delta

Os preços do petróleo caíram pela quarta vez consecutiva nesta terça-feira, 17 agosto 2021, o que representa o maior ciclo de quedas de ambos os ativos desde março deste ano (2021), numa altura em que a propagação do covid-19 e o aumento de produção da OPEP+ voltam ameaçar a matéria-prima.

O Brent, negociado em Londres desvalorizou 0,29% para os 69,31 dólares por barril e o norte-americano WTI (West Texas Intermediate) deslizou 0,25% para os 67,12 dólares por barril.

O consumo de gasolina nos EUA caiu pela terceira semana seguida, de acordo com um estudo da Descartes Labes citado pela Bloomberg, enquanto os dados vindos da China mostram uma queda em Julho.

Depois de uma subida sustentada na primeira metade do ano, os preços desta matéria-prima estão agora a baixar, numa altura em que o avanço da pandemia está a travar a procura. Alguns bancos, como é o caso do JP Morgan, diminuíram as suas perspetivas para o preço do petróleo este ano.

Já nesta segunda-feira, 16 agosto 2021, os preços do petróleo tinham descido com a propagação da variante Delta, do covid-19, a ter impacto nas expectativas sobre a retoma da procura pela matéria-prima a nível global.

No continente asiático, a propagação do coronavírus está a fazer-se sentir na economia chinesa, com as vendas a retalho e a produção industrial a crescerem a um ritmo menor do que o esperado, levando o “apetite” pela compra de petróleo a baixar.

Alguns países asiáticos estão agora a registar níveis históricos no número de novos casos diários, como a Tailândia, o Vietname ou as Filipinas.

Ao mesmo tempo em que a variante Delta do vírus é uma preocupação para os investidores, a OPEP+ (Organização dos Países Exportadores de Petróleo e os aliados liderados pela Rússia) procedeu a um aumento gradual de produção.

O que se nota é que a variante delta interrompeu a subida dos preços do petróleo que se tinha verificado no primeiro semestre com a reabertura das principais economias mundiais.

Após a onda de restrições para conter a propagação do vírus, os preços do petróleo tinham aumentado 50% na primeira metade do ano.

E como se sabe as principais economias mundiais, nas quais quase toda população já foi vacinada, falam agora de um reforço com uma terceira dose, como se vê tudo está ligado.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite aqui o seu nome


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.