O Quénia pode em breve renovar uma linha de crédito de 1,5 mil milhões de dólares do Fundo Monetário Internacional que expirou em 2018 após a implementação de medidas fiscais exigidas pelo credor.

Um funcionário do Tesouro Nacional disse ao jornal Star de Nairobi que foram tomadas medida fiscais pelo Quênia para ter acesso ao mecanismo de crédito.

“O Quênia implementou a maioria dos pedidos feitos pelo FMI para que o país da Africa de Leste possa aceder ao mecanismo de reserva. Essas medidas também ajudarão a acelerar a decisão sobre outro pedido de 2,3 mil milhões de dólares ”, disse o funcionário que pediu para não ser citado.

Na segunda-feira (11/01), a empresa de classificação de crédito Moody’s Investment já tinha aludido a esta possibilidade.

“A reversão de alguns cortes de impostos devido ao coronavírus no Quénia é um forte sinal do compromisso do governo o que apoiará os esforços para chegar a um acordo com o FMI ”, disse a Moody’s.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.