São Tomé e Príncipe vai receber sob forma de donativo do Banco Mundial e da Parceria Global para Educação 17,5 milhões de dólares para projetos de empreendedorismo das jovens raparigas e para um ensino de qualidade para todos.

O projeto tem a duração de cinco anos e vai beneficiar seis mil professores, 100 técnicos, 15 mil alunos e 63 escolas.

Um acordo nesse sentido foi assinado hoje pelo diretor de operações para São Tomé e Príncipe do Banco Mundial, Jean-Christophe Carret e a ministra da Educação e Ensino Superior, Julieta Rodrigues.

“É um projeto que consideramos fundamental para qualquer país que é a educação e o empoderamento ou a autonomização das raparigas”, disse Jean-Christophe Carret, do Banco Mundial.

O projeto tem cinco componentes sendo que o primeiro incluem a aquisição de competências para a vida e um ambiente escolar seguro num investimento previsto de mais de seis milhões de dólares.

O segundo componente refere-se ao “combate da pobreza da aprendizagem”, onde serão gastos mais de sete milhões de dólares, o terceiro prevê “alcançar os mais vulneráveis” com uma verba de pouco mais de um milhão de dólares.

A coordenação, monitorização e avaliação do projeto e desenvolvimento de capacidades, bem como “contingente de resposta a emergências” soa os dois últimos componentes deste programa com pouco mais de dois milhões de dólares.

O acordo assinado esta sexta-feira, (15/01) vigora até 31 dezembro de 2025, altura que o executivo de São Tomé e Príncipe e o banco Mundial esperam ter alcançado os objetivos de empoderar as raparigas, combater o baixo nível de aprendizagem no arquipélago, especialmente entre os mais vulneráveis.

O âmbito deste projeto visa o ensino geral, abrangendo a educação pré-escolar, até o ensino secundário, combatendo essencialmente os maus resultados obtidos pelos alunos.

O diretor de operações para São Tomé e Príncipe do Banco Mundial, Jean-Christophe Carret, terminou esta sexta-feira (15/01) a sua visita de quatro dias ao país.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.