Senegal adere à Agência de Seguros de Comércio em África

A República do Senegal e a Agence pour l’Assurance du Commerce en Afrique (ACA na sua sigla em Francês) (Agência de Seguros de Comércio em África) assinaram nesta terça-feira, 25 agosto 2021, um Acordo de Participação para cumprir as condições finais de adesão do Governo do Senegal à ACA.

O Acordo de Participação será acompanhado por um aporte de capital de 15 milhões de euros, financiado pelo Banco Europeu de Investimento (BEI), para a adesão do Senegal ao ACA na sequência da assinatura de um acordo de financiamento entre o Senegal e o BEI em outubro de 2020.

A afiliação à ACA permitirá que o Senegal atraia financiamento de longo prazo a taxas competitivas e dará aos investidores e financiadores internacionais a garantia de que as transações soberanas e outros investimentos são apoiados pelo governo. A ACA é um provedor de garantia de seguro altamente conceituado e respeitável.

A classificação de grau de investimento da ACA ajuda a mitigar os riscos de investimento e ganhar capacidade de seguro de investimento para cobrir grandes empréstimos, permitindo ao Senegal atender às condições de credores e investidores internacionais.

A ACA é cada vez mais vista como um parceiro de desenvolvimento estratégico para os governos africanos, fornecendo entre 1% e 2% do PIB anual dos seus estados-membros e participa nalguns dos maiores projetos de desenvolvimento estratégico do continente com vista a impulsionar o investimento e o comércio intra-africano em apoio à Zona de Comercio Livre Continental Africana (ZCLCA).

A adesão do Senegal à ACA faz parte do plano estratégico do país (2019-2023), que visa contribuir para a realização da estratégia nacional de desenvolvimento socioeconómica do governo.

Além disso, os setores público e privado nacionais também beneficiarão do fornecimento de soluções de seguro inovadoras para apoiar o comércio e o investimento, e também fortalecerão o acesso do Senegal ao investimento direto estrangeiro (IED) para o crescimento económico do país.

Até agora o Senegal podia ter uma cobertura máxima de 21 milhões de dólares, graças ao mandato pan-africano da ACA, que lhe permite apoiar transações estratégicas em países não membros.

Com a adesão espera-se que esta cobertura aumente enormemente nos próximos anos e que a cobertura do seguro comercial do Senegal totalize 4 mil milhões de dólares – cobrindo principalmente os setores de finanças, energia e infraestrutura.

Os governos de Angola, Burquina Faso, Camarões, Egito e Chade também deverão tornar-se membros da ACA nos próximos meses e estão a finalizar as várias condições de adesão, nesse sentido.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite aqui o seu nome


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.