Senegal obtém mais 82,500 milhões de euros em títulos

O Senegal, por meio de sua Direção-Geral do Tesouro e Contas Públicas, obteve nesta sexta-feira, 3 de setembro de 2021 no mercado financeiro da União Monetária da África Ocidental (UMOA) um montante de 55 mil milhões de FCFA (82,500 milhões de euros) no final da sua emissão simultânea de títulos com um prazo de 5 anos e 7 anos.

Segundo informação a que teve acesso Mercados Africanos, a emissão lançada pela agência UMOA-Titres (Títulos) em colaboração com o Banco Central dos Estados da África Ocidental (BCEAO), visa permitir ao emitente mobilizar as poupanças de pessoas singulares e coletivas com o objetivo de financiar o orçamento do estado como parte dos planos de recuperação económica para conter os efeitos da pandemia COVID-19 e regressar ao desempenho anterior à crise da saúde.

Esta emissão estava aberta a investidores socialmente responsáveis, mas também empresas ou indivíduos que desejam apoiar as ações de recuperação económica iniciadas pelos Estados da União Económica e Monetária da África Ocidental (UEMOA).

A agência UMOA-Titres listou 283,381 mil milhões de FCFA em ofertas globais de investidores, para o montante colocado em leilão pelo emissor de cerca de 50 mil milhões de FCFA o que deu uma taxa de cobertura do montante posto a leilão de 566,76%.

Do montante total proposto pelos investidores, o Tesouro Público senegalês reteve 55 mil milhões de FCFA e rejeitou os restantes 228,381 mil milhões de FCFA, ou seja, uma taxa de absorção de 19,41%.

A amortização do capital de 5 anos será feita no primeiro dia útil após a data de vencimento fixada a 6 de setembro de 2026 e o pagamento de juros será feito no final do primeiro ano em uma taxa de 5,60%.

Em relação ao capital a 7 anos, o seu reembolso ocorrerá também no primeiro dia útil subsequente ao vencimento fixado a 6 de setembro de 2028 e o pagamento dos juros a partir do final do primeiro ano à taxa de 5,80%.

A Agência UMOA-Titres (“AUT”) apoia os Estados-Membros a obter nos mercados de capitais os recursos necessários para financiar as suas políticas de desenvolvimento económico, a custos controlados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite aqui o seu nome


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.