Talgo fornece 7 comboios ao Egipto.

Através da empresa espanhola Talgo, o Egipto vai modernizar ainda mais o setor ferroviário que vem vindo a melhorar há já vários anos, para aumentar a sua qualidade e reduzir o número de acidentes.

A Ferrovia Nacional do Egito (ENR) receberá um lote de 7 novos comboios do fabricante espanhol Talgo, sendo que o primeiro será entregue em meados de Fevereiro de 2022, de acordo com um comunicado do Ministério dos Transportes divulgado nesta quinta-feira, 27 de Janeiro de 2022.

A encomenda lançada em Abril de 2019 graças ao financiamento do Banco Europeu de Reconstrução e Desenvolvimento (BERD), na verdade diz respeito a 6 locomotivas por um custo total de 158 milhões de euros. De acordo com o Ministério dos Transportes, a Talgo doará um comboio adicional ao Egipto.

O transporte ferroviário egípcio tem sido alvo de repetidos acidentes e descarrilamentos que fizeram muitas vítimas. Para mudar a situação, o atual governo elaborou um plano de emergência lançado em 2014 e que inclui grandes projetos ferroviários (metro, linha monotrilho, linha SGR).

Estas aquisições inserem-se, assim, na política de renovação e adensamento da frota ferroviária nacional, destinada às novas linhas ferroviárias que o país está a desenvolver e no qual pensa investir cerca 14,3 mil milhões de dólares.

Foi em Abril de 2019, que a empresa espanhola Talgo ganhou o contrato para fornecer esses comboios, que serão usados no corredor Alexandria – Cairo – Assuam e que de acordo com as especificações técnicas, atingem uma velocidade operacional de 160 quilómetros por hora.

Recorde-se que tal como Mercados Africanos tinha noticiado na altura, o Parlamento egípcio aprovou um acordo de empréstimo de 2,2 mil milhões de dólares entre a Autoridade Nacional para Túneis e a GB Morgan Europe Limited e outras instituições financeiras para a construção de monotrilhos na Nova Capital Administrativa (NAC) e na cidade 6 de Outubro.

 

O que achas da modernização das ferrovias do Egipto? E do desenvolvimento dos caminhos de ferro em África? Queremos saber a tua opinião, não hesites em comentar e se gostaste do artigo partilha e dá um “like/gosto”.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.