Em mensagem dirigida à Nação do Togo na noite de 31 de Dezembro de 2020, o Presidente Faure Gnassingbé fez a promessa da continuação da transformação “estrutural” de uma economia desacelerada em 2020 pelos setores terciário e secundário devido à pandemia

“Vamos dar continuidade à transformação estrutural da nossa economia e confirmar a nossa capacidade de gerar um crescimento sustentável e inclusivo, capaz de nos integrar em grandes grupos. O nosso país terá de consolidar os seus sucessos anteriores, nomeadamente ao nível da consolidação fiscal, continuando a aumentar os investimentos e a reforçar a capacidade de processamento dos nossos produtos”, declarou o presidente togolês reeleito em Fevereiro de 2020 para um quarto mandato de 5 anos à frente do país.

Relativamente resiliente à crise, a economia togolesa terá de crescer 0,7% em 2020 segundo o governo, antes de uma recuperação de 4,7% esperada em 2021. “Como outros países ao redor do mundo, a pandemia da Covid-19 inflige um choque sem precedentes na economia togolesa. No entanto, a nossa economia está-se a mostrar resiliente graças às medidas de resposta apropriadas tomadas pelo governo”, disse o ministro da Economia, Sani Yaya, dirigindo-se ao parlamento no final de Dezembro

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.