Representantes dos doadores e das instituições financeiras internacionais que financiam a Tunísia sublinharam o seu empenhamento em reforçar ainda mais o seu papel para viabilizar os programas de reforma e fornecer a assistência financeira e técnica necessária, especialmente no que se refere ao reforço orçamental.

É o que transparece da reunião à distância de representantes de várias instituições financeiras internacionais e doadores (BM, UE, ADB, AFD, JICA…), com o Ministro da Economia, Finanças e Reforço do Investimento, Ali Kôoli.

A reunião analisou o andamento do programa de cooperação financeira para 2020, o plano de ação para 2021 e os requisitos de coordenação entre o Governo tunisino e as instituições financeiras, à luz das prioridades nacionais para o próximo período.

O Ministro da Economia reafirmou o empenho e o compromisso da Tunísia em continuar a dinamizar todas as reformas que possam dar o impulso necessário à economia nacional, melhorar a sua rentabilidade através da reforma das instituições públicas, do desenvolvimento da sua governação, da melhoria da sua eficiência e da consolidação da transição digital, para além do reforço da integração económica e social e de outras reformas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite aqui o seu nome


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.