Os operadores turísticos internacionais estão a preparar o regresso dos turistas a Cabo Verde, nomeadamente às ilhas do Sal e da Boa Vista, a partir de 15 de dezembro, conforme negociações com o Governo, anunciou o primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, praticamente nove meses depois do encerramento do arquipélago ao exterior, para conter a transmissão da covid-19.

“As condições sanitárias de proteção e de um turismo seguro estão criadas nestas duas ilhas. Estamos agora à espera em termos de demanda. Todos os dados apontam que em 15 de dezembro poderemos ter o começo da chegada de turistas, de que tanto essas ilhas precisam para podermos começar novamente a reativar o emprego, a atividade económica”, sublinhou.

O turismo garante 25% do Produto Interno Bruto de Cabo Verde, com um recorde de 819 mil turistas em 2019, e esta retoma implicará um aumento da capacidade de testagem à covid-19 – para as viagens internacionais -, inclusive prevendo a sua realização nos hotéis, sem deslocações às delegacias de saúde.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite aqui o seu nome


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.