O Governo de Uganda, por meio da Corporação Nacional de Água e Esgoto (NWSC), está a terminar a construção da maior estação de tratamento de águas residuais da África Oriental.

A estação de tratamento de esgoto Bugolobi-Nakivubo abrange uma estação de tratamento de esgoto ultramoderna em Bugolobi, uma estação de pré-tratamento de esgoto em Kinawataka, uma estação de bombeamento de esgoto na estrada Kibira e 31 km de rede de esgoto.

De acordo com o Diretor Executivo da National Water and Sewerage Corporation, Silver Mugisha a estação esta concluída em cerca de 99% e em operação.

Os trabalhos pendentes incluem: a conclusão dos digestores de biogás e obras de paisagismo.

“A estação tratará até 45 milhões de litros de águas residuais por dia e gerará mais de 630kw de eletricidade a partir do biogás. Também ajudará a limpar a cidade de Kampala, desviando e tratando as águas residuais do canal de Nakivubo, altamente poluído, antes de ejetar a água no Lago Vitória. As águas a serem lavadas para o lago Vitoria serão de boa qualidade o que ajudará a conservar o meio ambiente. A estação também produzirá estrume para apoiar o setor agrícola e gerar mais de 630 kw com biogás,” disse o seu Diretor Executivo.

A estação usa tecnologia limpa e e bio-filtros e não cheira mal e vai atender as necessidades de mais de 350.000 residentes, bem como de toda a população transitória da cidade de Kampala.

Também servirá Naguru, Ntinda, Nakawa, Bugolobi, Kyambogo, Kiwanataka, Banda, Kasokoso, Butabika e áreas vizinhas.

Isso estende substancialmente os serviços de esgoto canalizado fora do Distrito em que se encontra o Centro de Negócios na Old Kampala, e vai abranger a área do mercado de Kiseka, Kololo, Nakasero e áreas circundantes.

Este projeto é financiado pelo Governo de Uganda com o apoio do Banco Africano de Desenvolvimento (BAD), a União Europeia (UE) e do alemão através do KfW.

Pela redação

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite aqui o seu nome