Vice-Presidente da IFC em visita ao Sahel

Sérgio Pimenta, vice-presidente da Sociedade Internacional de Financiamento (IFC na sua sigla em Inglês) para a África, visitará a Mauritânia, o Níger e o Burquina Faso, de 8 a 18 de setembro 2021, para promover o papel do setor privado na abordagem das necessidades urgentes de desenvolvimento dos países do Sahel, segundo comunicado da instituição a que teve acesso Mercados Africanos.

Segundo a mesma nota “num momento em que a pandemia COVID-19 acrescentou sua quota parte de dificuldades a uma situação já preocupante, os países do Sahel estão a atravessar um momento crítico. O setor privado tem um papel essencial a desempenhar na criação de empregos, na promoção do crescimento económico e no apoio aos esforços de desenvolvimento”.

Nos três países que visitará, o VP Pimenta, “reunir-se-á com tomadores de decisão públicos, parceiros de desenvolvimento e atores do setor privado e apresentará as atividades e a estratégia da IFC que visam apoiar o desenvolvimento socioeconómico dos países do Sahel por meio de projetos liderados pelo setor privado e portadores de transformação económica” acrescenta o comunicado.

A terminar, a nota sublinha que:” O IFC, para os próximos quatro anos, tem como objetivo o compromisso de investir 1,2 mil milhões de dólares em favor dos países do Sahel (levando em consideração os recursos mobilizados por outros investidores) em setores-chave para o crescimento e o progresso social, tais como: infraestrutura, energia verde , agroindústria e o desenvolvimento da sua cadeia de valor e a inclusão financeira”.

Tal como Mercados Africanos noticiou e comentou no dia 1 de abril 2021 o Banco Mundial, divulgou na altura , em comunicado, um envelope de 375 milhões de dólares, em apoio aos países do Sahel afim de que estes possam “a explorar plenamente o potencial pastoral”.

Na mesma nota, o Banco Mundial tinha sublinhado: “Verdadeiros motores de crescimento, os sistemas pastorais sustentam mais de 20 milhões de pessoas no Sahel. Este investimento vai incidir no Burquina Faso, Mali, Mauritânia, Níger, Senegal e Chade, e melhorar a resiliência dos pastoralistas e agro-pastoralistas na região”.

Membro do Grupo Banco Mundial, a Sociedade Financeira Internacional (IFC), recorde-se, é a principal instituição de desenvolvimento voltada para o setor privado nos países emergentes e opera em mais de 100 países.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite aqui o seu nome


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.