Webinar: investimentos Angola/Moçambique.

Realiza-se já no próximo dia 31 de Março de 2022, às 10h00 GMT, o webinar “International Finance Corporation & MIGA (World Bank Group) Business Development Seminar: Angola & Mozambique”, promovido pelo Grupo de Trabalho das Multilaterais (parceria AICEP e GPEARI) e com responsáveis de mercado e especialistas do Grupo do Banco Mundial.

Neste webinar vão-se abordar estratégias e oportunidades de investimento em Angola e Moçambique e soluções financeiras e de cobertura de risco político.

Se a estratégia de internacionalização da sua empresa para Angola e Moçambique passa pelo investimento (IDPE), o Grupo do Banco Mundial pode ser o seu parceiro.

Neste webinar participam especialistas da International Finance Corporation, do Grupo do Banco Mundial (IFC), que darão a conhecer estratégias e oportunidades de investimento para Angola e Moçambique.

Venha conhecer como esta instituição pode apoiar os seus projetos de investimento nestes mercados e colocar as suas questões a estes especialistas.

Este Business Development Seminar conta ainda com uma intervenção da Multilateral Investment Guarantee Agency (MIGA).

Venha conhecer também esta instituição do Grupo do Banco Mundial e os seus produtos de cobertura de risco político.

Este evento destina-se a todos os interessados em investimento e soluções financeiras nestes mercados, em particular investidores ou empresas que queiram investir.

Para esclarecimentos adicionais, contacte o Grupo de Trabalho das Multilaterais.

Venha saber como o Grupo do Banco Mundial pode ser seu parceiro.

Mais informações e registo gratuito (até 29 de março) clique AQUI.

Recordamos que a MIGA, tal como Mercados Africanos já tinha referenciado num outro artigo, a Agência Multilateral de Garantia de Investimentos (MIGA) faz parte do grupo Banco Mundial e assegura, por um período até 15 anos, por vezes 20, os investimentos realizados por investidores dum país membro num outro país membro, mas em desenvolvimento.

A agência poderá também garantir investimentos feitos por um nacional do país de acolhimento do investimento, desde que os fundos tenham origem fora daquele país.

Corporações e instituições financeiras também são elegíveis para esta cobertura se tiverem o seu principal local de negócios num país membro ou se os nacionais dos países membros forem os proprietários maioritários.  Empresas estatais e organizações sem fins lucrativos são também elegíveis se operarem numa base comercial.

 

O que achas deste webinar? Este tipo de conferencias são um bom investimento? Queremos saber a tua opinião, não hesites em comentar e se gostaste do artigo partilha e dá um “like/gosto”.

Imagem: © 2022 Francisco Lopes-Santos
close

VAMOS MANTER-NOS EM CONTACTO!

Gostaríamos de lhe enviar as nossas últimas notícias e ofertas 😎

Não enviamos spam! Leia a nossa política de privacidade para mais informações.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.