Yaoundé: 50 milhões de dólares para infraestruturas.

Os três milhões de habitantes de Yaoundé, a capital dos Camarões, beneficiarão de uma redução dos efeitos das inundações, de uma melhoria da fluidez do tráfego urbano, de uma redução do número de pilhas de lixo doméstico e do fim da perturbação do tráfego durante as fortes chuvas.

O objetivo deste investimento é o de contribuir ao melhoramento das condições de vida da população de uma forma sustentável, reforçando a gestão e higiene das águas pluviais e assegurando a integração harmoniosa das infraestruturas.

O projeto consistirá em particular na construção de uma bacia de controlo de cheias e visa também reforçar e alargar as estradas ao longo das margens do canal que atravessa a cidade.

Contribuirá para o desenvolvimento de uma praça para melhorar as condições de vida da população: áreas desportivas (futebol, basquetebol e voleibol), uma zona pedonal arborizada, uma casa para mulheres e outra para jovens, quiosques, mobiliário urbano, um parque de estacionamento, uma esquadra de polícia, casas de banho, a instalação de caixotes do lixo, iluminação pública, bem como uma área vedada e segura para o desenvolvimento das mulheres, dos jovens e de toda a população, em particular a dos distritos densamente povoados.

Finalmente, o projeto fornecerá apoio institucional e capacitação para ministérios técnicos, municípios e outras partes interessadas na pré-colheita e recuperação de resíduos.

O projeto de 42,84 milhões de dólares será financiado com 38,55 milhões de dólares do Fundo Africano de Desenvolvimento, empréstimo concedido nesta terça-feira, 21 dezembro 2021 e 4,28 milhões de dólares do governo camaronês.

O Fundo para o Meio Ambiente contribuirá com mais 8 milhões de dólares.

Recorde-se que Yaoundé – conhecida como a cidade africana das sete colinas – é a segunda cidade mais populosa do país.

Embora menor que o centro económico (a cidade de Douala), é uma cidade muito movimentada desde o século XIX, quando os Camarões eram uma colónia alemã.

Yaoundé foi fundada como base para o comércio de marfim pelos alemães em 1889, tendo alguns anos depois uma guarnição militar sido estabelecida como um importante ponto de apoio militar para os alemães até ao final da Primeira Guerra Mundial, quando Yaoundé foi invadida pelas tropas belgas.

Desde o final da derrota alemã, Yaoundé tornou-se a capital da colónia Francesa dos Camarões e tem sido, desde então, a sede do governo colonial e pós-independência.

O que acha? Já visitaste o país? Estas inundações e lixo são a praga das cidades africanas? Dá-nos a tua opinião, não hesites em comentar e se gostaste do artigo partilha e dá um “like/gosto”.

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome aqui


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.